sábado, 3 de outubro de 2009

O poder da palavra

"A todo momento, cada homem ou mulher cria o seu próprio futuro. A vida, que é uma dádiva de Deus, age constantemente para realizar os desejos verbalizados ou não pelo homem. Os pensamentos e sentimentos humanos são decretos em si mesmos e produzem com exatidão e justiça de acordo com a sua espécie - seja alegria ou tristeza. Embora viva num mar de sabedoria, a maioria dos homens cria em ignorância; sendo as suas vidas, portanto, uma mistura de bom ou mau, uma manifestação caótica da chamada roda da sorte". ( Mestre El Moria).
"O homem, criado à imagem de Deus, possui o mesmo poder de atuar que Deus usou "no princípio" quando disse: "Haja luz!" e houve luz. Na realidade, a consciência é uma só. O indivíduo que vive em Deus pode oferecer-Lhe o amor do seu coração proferindo orações, canções ou decretos, ou pode sentar-se e meditar em silêncio sobre um determinado aspecto da Divindade. O pensamento precede a expressão verbal, ou pelo menos deveria preceder. Foi com grande brado que os filhos de Israel derrubaram as muralhas de Jericó, numa magnifíca aplicação do poder consumado da energia de Deus. O movimento black power e certos grupos de "rock", tem ensinado os jovens a abusar desta lei relativa ao poder da palavra falada. Os seus adeptos recitam em uníssono e com ritmo, evocando ou atraindo a si um poder que projetam depois para o mundo com um comprimento de onda vibratório impregnado de ódio pessoal e coletivo. Este acúmulo de energias corrompidas coletivamente pode ter resultados desastrosos para quem entra em contato com elas". (Saint Germain)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Updates

    follow me on Twitter

    Seguidores