domingo, 4 de outubro de 2009

O amor elimina o medo

"A afirmação "O perfeito amor lança fora o medo" é verdadeira porque pode ser provada cientificamente como demonstração da lei cósmica. Embora o homem vertido no molde da consciência humana dificilmente se aperceba da perfeição absoluta de Deus que tem dentro de si, é por meio da compreensão do amor perfeito que ele pode chegar ao nível em que compreende ser o amor a essência da individualidade.(...) Há um véu separando o homem do seu Deus: trata-se de um véu de energia, formado por um campo magnético de pensamentos e sentimentos mortais que o homem tece com a sua própria discórdia. Este véu converteu-se num muro de separação entre a consciência evolutiva da alma do homem e a Grande Chama de Deus que focaliza a energia vital do verdadeiro Eu dentro do coração. O homem isolou-se, por meio de uma barreira, da misericórdia e da arca do testemunho da sua identidade crística. Durante vários séculos, esse véu de energia impediu que ele descobrisse a verdade do seu ser e da Presença de Deus. Por essa razão, o próprio homem terá que rasgar o véu da sua consciência mortal - que ele, apenas ele, criou - antes que possa ser-lhe transmitida a sabedoria da Lei. Ao abordarmos a questão do medo e da sua superação pela invocação do fogo sagrado que fulgura no altar dos Santos dos Santos do ser do homem, temos de compreender que as energias que formam o véu - quer pareçam ser de orgulho, dureza de coração, preconceitos, ódio, gula ou cobiça humanas - podem ser reduzidas a um denominador comum, que neste discurso eu revelo ser o medo. Pode-se dizer, que existem, alojadas na consciência dos homens, ilhas de uma substância espessa, ou de poluição psíquica. Em determinadas circunstâncias, acompanhadas sempre de uma explosão de energia emocional, essas ilhas - que são glóbulos de medo conglomerados e suas várias combinações - unem-se rapidamente aos negativismos da consciência coletiva do mundo, amplificando as tendências negativas acumuladas dentro do mundo do indivíduo.(...) O que é então o medo? Antes de mais nada, é uma vibração - uma vibração negativa - um sentimento de má apreensão da vida e de seus propósitos. Mas é mais do que isso: é um mau hábito. Muitas das experiências repetidas periodicamente pela humanidade foram indesejáveis; por isso, sabendo que o chamado mal pode atacá-lo, o homem olha apreensivamente para o futuro. Pergunta a si mesmo se alguma vez terá êxito e se conseguirá preservá-lo quando lhe for concedido. A lembrança dos fracassos do passado mantém vivos no presente os registros do medo.(...) Eliminar o medo significa eliminar a fortemente arraigada resistência ao fluxo da luz e das possibilidades da luz no setor do homem. Eliminar o medo é um ato justo, pois Deus não o implantou no homem. O homem aceitou o medo por ter ignorado a lei e por falta de fé - por falta de conhecimento da lei e do modo como deve lidar com as numerosas facetas dessa lei. O desespero nasceu no homem em momentos em que pouco ou nada vislumbrava do plano divino, pois pensou estar sozinho no universo.(...) O primeiro passo para erradicação do medo é entrar em sintonia com o Pai, a Presença do Eu SOU. Todos os homens e mulheres têm de aceitar o fato de que por terem alimentados pensamentos errados no passado, só eles podem corrigi-los e pensar corretamente no presente.(...) O homem é tomado do medo da morte quando pensa que vai deixar de fazer parte da grande corrente daquilo que lhe é familiar e que ele, na sua perspectiva limitada, considera ser a vida. Quando compreende que nascer e morrer não são vivências muito diferentes, ele repara que a verdadeira Vida não pode morrer, e compreende que todas as vivências são um simples mar que o homem atravessa, a caminho de maiores oportunidades. O homem não tem medo de nascer, pois de modo geral não tem conhecimento objetivo antecipado do que lhe irá acontecer. A transição das oitavas superiores para uma forma física efetua-se com bastante facilidade, e o mesmo aconteceria quando o homem abandona a tela da vida se ele o fizesse sem medo.(...) Faz parte do plano de Deus dissipar o medo e dar aos homens maior clareza, confiança e poder espirituais, vendo que Cristo é a verdadeira identidade de todo homem". (trechos de um ditado dado aos Mensageiros, pelo Senhor Maitreya).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Updates

    follow me on Twitter

    Seguidores