sábado, 31 de outubro de 2009

Não se deixe abater pela adversidade

"Quando a adversidade o esmaga, saiba que ela é consequência de suas próprias ações passadas. Não culpe o Senhor ou se queixe d'Ele. Não dê atenção aos problemas ou os considere como tal. Ao invés disso, envolva-se em servir aos outros e desenvolva ações meritórias. Continue confiando no nome do Senhor como apoio. Esse é o sinal da sabedoria."(Sathya Sai Baba)

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Mantenha hábitos indesejáveis sob controle

"O homem deve ser vigilante para não perder a calma em questões triviais e insignificantes, pois isso retardará seu progresso. A raiva deve ser sublimada através do esforço sistemático. O homem deve resistir ao impulso de entrar em discussões e debates, pois isso cria um espírito de rivalidade e o conduz a sentimentos de raiva e vingança. A raiva está na raiz de todo comportamento errado. Portanto, cultive amor por todos os seres e, assim, mantenha hábitos e tendências indesejáveis sob controle".(Sathya Sai Baba)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Devemos desenvolver valores humanos

"Você precisa desenvolver valores humanos. Sem eles, você é humano apenas na forma. O homem está preenchido com sentimentos como raiva, desejo, cobiça, inveja, egoísmo, etc., que são características animais. A raiva é a natureza de um cachorro. A mente instável é a qualidade de um macaco. Você não é um cachorro e tampouco um macaco. Quando tiver um ataque de raiva, lembre-se de que você não é um cachorro e, então sua raiva diminuirá. Atualmente várias características animais estão desenfreadas nos seres humanos. Nós necessitamos cultivar as qualidades humanas da compaixão, da verdade, da paciência, da humildade, do amor, da tolerância e da empatia".(Sathya Sai Baba)

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Os ensinamentos ocultos dos Mestres Ascensos

Mestra Nada nos diz que: Devemos discernir o que é erro do que é verdade, e determinar se uma interpretação é correta ou falsa. Devemos fazer aos outros o que gostaríamos que nos fizessem, devemos acompanhar a causa no mundo do efeito e ponderar sobre o impacto dos atos de cada um sobre aqueles que são imediatamente atingidos. Devemos nos recusar a acreditar na maldade de outrem, mesmo que em alguns casos o indivíduo seja culpado por ter realmente realizado uma má ação; aqueles que mantêm pensamentos elevados pelos outros, estão tecendo uma veste de Perfeição para si mesmos. Só quando uma pessoa demonstra misericórdia pelos outros é também digna de recebê-la. Devemos prestar atenção ao humilde, aos leprosos, ao desafortunado e àqueles que precisam muito do nosso amor.(...) Aqueles que se encontram na Senda, não devem esperar ganhar a sua Vitória de um dia para o outro. Há testes que precisam ser passados e há provas a suportar.(...) O amor é entrevisto, então, não tanto nas palavras como nas obras. É preciso coragem para enfrentar as bestas da adversidade, assim como para ultrapassar as tendências erradas a que os homens mortais, desde há muito se dedicam. Amar a justiça e a misericórdia e caminhar com Deus todos os dias da nossa vida é produzir carma frutífero.(...) O Homem não pode Ascender imediatamente ao Trono de Deus, mas a cada passo da Senda aproxima-se mais d'Ele e ao aproximar-se de Deus, aproxima-se mais do Homem que foi feito à Sua Imagem.(...)

O Ser de Fogo Branco

"O Ser de Fogo Branco que origina as chamas gemeas, homem e mulher, positivo e negativo, é criado pela irradiação da aura do Grande Sol Central para a aura do nosso Sol e e feito à imagem de -Pai-Mãe, moldado da mais pura substancia de Luz Eletrônica. O Ser de Fogo Branco decide se permanece nas Oitavas de Luz, ou fará a sua peregrinação terrestre como homem ou como mulher. O Ser de Fogo Branco é individualizado pelo Sol, e passa por uma fase de preparação nas sete Esferas de Luz que envolvem o Sol, antes da sua jornada pelo mundo da matéria".(do livro a Hierarquia dos Iluminados). Maria Madalena era chama gemea de Jesus, nasceu no mesmo Ser de Fogo Branco. Jesus era um Avatar, uma encarnação Divina. Maria,Sua Mãe, foi preparada nas Oitavas de Luz para receber o seu Filho Jesus. Jesus não casou com Maria Madalena, pois sendo uma encarnação Divina estava acima de desejos materiais, o que ocorreu é que tendo nascido do mesmo ovo do Ser de Fogo Branco, Maria Madalena vibrava na mesma onda de energia de Jesus, por isso a ligação entre Eles. Além do mais o que tem a ver uma pintura feita entre os anos 1452-1519, com os acontecimentos ocorridos 1500 anos antes? ?

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Como alcançar tudo na vida

"Deus decidirá o que dar, quando dar e onde dar. Portanto, todas as ações deveriam ser dedicadas a Deus e Ele decidirá o que o devoto está apto a receber. Quando tudo é entregue a Deus, com puro amor e fé absoluta, Ele tomará conta do devoto. As pessoas atualmente perderam essa fé firme. No caminho da devoção, muitas provações precisam ser superadas. No passado, grandes devotos enfrentaram tais provações com fé e coragem. Finalmente, eles asseguraram a graça Divina e experimentaram a bem-aventurança.Para alcançar tudo na vida, duas coisas são essenciais: fé firme e amor puro".(Sathya Sai Baba)

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A causa da mente doente do homem

"Quando o interior do homem é preenchido com amor, sua vida torna-se plena de bem-aventurança e ele está sempre sadio e sincero. Atualmente, o homem sofre de numerosos males, cuja causa fundamental é uma mente doente. Não há morte para a mente, embora, quando o corpo enfrenta a morte, a mente pense que está morrendo. É dito que a mente é a causa da escravidão ou da libertação. Maus pensamentos causam escravidão; bons pensamentos levam à libertação. Portanto, todos deveriam desenvolver bons pensamentos e realizar boas ações. Tais bons sentimentos, podem nascer somente do amor". (Sathya Sai Baba)

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A manifestação do carma negativo

"Se o mundo contemporâneo pudesse aceitar a chama violeta da transmutação, a maior parte dos problemas que afligem o homem seria literalmente dissolvida;sim, porque os homens infectam-se mútua e repetidamente com as suas próprias discórdias e desarmonias. Dão ouvidos aos mensageiros das trevas e aos temores negativos criados nas suas próprias mentes, que geram uma chisma de opiniões negativas sobre os mais variados assuntos e não lhes permitem aceitar plenamente nem receber a pressão da magnífica fé em Deus, que dá sempre ao indivíduo a grande paz de saber que a sua Presença Divina lhe envia graça do alto incessantemente, em resposta ao seu chamado.(...) A chama violeta da transmutação é a panacéia para toda a dúvida e medo.(...) Se, em qualquer situação que pareçais enfrentar, reconhecerdes que é Deus quem dispõe e governa o vosso ser, que o Seu potencial no universo é também o potencial do vosso mundo pessoal, isso contribuirá grandemente para a vossa aceitação do poder da chama da transmutação. Quando essa chama arde com plena intensidade no altar do vosso ser, digo-vos que tem poder para varrer as nuvens sombrias de absurdos humanos por vós acumulados deliberadamente. Ambas seguirão pelo mesmo caminho para o domínio da graça cósmica para as grandes caldeiras de fogo violeta onde são consumidas. Essas caldeiras borbulhantes dão a liberdade aos preciosos e pequeninos elétrons e à matéria tão profundamente contaminada pelo homem, fazendo com que regressem ao Sol Central. Não só o indivíduo mas também o universo são purificados e libertados desses estados e Deus é glorificado.(...)Se ao menos os homens aceitassem a sua soberana e solene responsabilidade perante Deus, as pessoas compreenderiam que a manifestação de carma negativo já criou uma situação de desiquilíbrio no mundo, e que a Lei exige e decreta que o grande poder da abundância das águas da misericórdia seja copiosamente derramado sobre o solo ressequido da consciência do homem e mate a sede terrível no seu coração - de perdão, da chama do perdão e do alívio do perdão". ( Senhor Zadkiel, Arcanjo)

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Como eliminar os registros das lembranças ruins

"A chama violeta da transmutação é energia e luz incontaminável; ela não pode ser contaminada pelo homem, quer este deposite ou não os resíduos da sua imundície humana na transmutadora chama violeta.(...) O mais importante passo que qualquer indivíduo pode dar para promover o seu progresso é usar constante e fielmente a transmutadora chama violeta, do amor da liberdade. Impregnada do amor (de) Deus, ela assume também a responsabilidade de libertar o homem do fardo da consciência de imperfeição e da matéria mortal, de pensamentos e sentimentos mortais, e de tudo o que é dissonante e fonte de discórdia e desarmonia no mundo do homem.(...) Gostaria de chamar a vossa atenção para o fato de que há, no corpo etérico de todo homem na Terra, registros de toda a discórdia por ele criada não somente nesta vida, mas também em todas as suas encarnações num passado distante. Queridas almas, é essencial que useis a chama violeta da liberdade para eliminar da memória esses episódios, para que vos liberteis deles! Ao fazê-lo, com uso da chama violeta, deveis compreender que seria uma excelente idéia - uma excelente idéia, repito - pedirdes para que o mesmo poder que invocais para vós sature igualmente o mundo pessoal daqueles a quem tiverdes feito mal.(...) De nada serve uma mera purificação do vosso mundo pessoal, se é para deixardes resíduos de impureza no mundo do próximo a quem tiverdes maltratado, e que é também uma parte de Deus em algum lugar do universo, quer esteja encarnado ou não. Peço, por isso, encarecidamente a todos vós que compreendais ser necessário pedir para que, quando a chama violeta penetrar os vossos quatro corpos inferiores, ela penetre ao mesmo tempo no de todas as pessoas a quem possais ter feito mal. Não seria de resto, má idéia, mas sim uma abençoada idéia, pedires também para que a chama sature o mundo de quem vos tiver maltratado. Sim, porque desse modo, almas queridas, ficareis com um saldo positivo nos grandes livros-razão de Deus, fazendo com que essas pessoas sejam abençoadas pela vossa atividade. Contribuireis, também, para que o planeta alcance mais depressa a liberdade e, ao mesmo tempo que forjais a vossa salvação pessoal, ajudareis a forjar a salvação da Terra. Oh, preciosas almas! Se ao menos as pessoas soubessem como a Lei é misericordiosa! Se ao menos compreendessem que só podem receber aquilo que dão! Digo-vos que, se elas se lembrassem desses fatos e os mantivessem presentes na consciência, muitas vezes não reagiriam como reagem entre si em momentos de descuido, nem criariam mais carma numa altura em que a redenção aqui e agora, de todos os jotas do carma pessoal é de tal modo essencial para quem deseja conquistar a ascensão".( Senhor Zadkiel, arcanjo)

O poder da chama violeta

"Os homens da Terra precisam abrir as portas da sua consciência para expandirem a luz de Deus, e deixar de dar poder àquilo que escraviza e que nunca pode trazer-lhes a liberdade. Isto poderá parecer simples; mas trata-se de uma ação das grandes leis divinas, por meio das quais mantemos a nossa oitava imaculada e livre. Sim, porque o fogo violeta é a maior dádiva - a maior dádiva de Deus ao universo.(...) A vida eterna é mantida pelo poder da chama violeta! Isto significa que o uso da chama violeta e do fogo saagrado dá a todos os homens o passaporte para a vida eterna, e não há outro meio de obterem a liberdade.(...) A chama violeta é a grande ação vibratória dos setores mais elevados dos sete raios. É o topo do arco-íris. É a promessa de Deus tornada visível - a misericórdia do Templo da Misericórdia e a vitória do céu! Por isso, ela é a vitória da Terra, pois a Terra e os filhos da Terra são filhos do céu que se perderam - filhos pródigos que retornam à casa do Pai". ( Senhor Zadkiel, arcanjo)

domingo, 11 de outubro de 2009

O propósito do nascimento humano

"Qual é o propósito do nascimento humano? Não é somente comer,beber e divertir-se. O corpo humano existe para servir aos outros. O homem deveria dedicar-se à sociedade. Deus dotou o homem com todos os poderes, mas ele está limitado pelos sentidos que o conduzem a bons e maus caminhos. Portanto, o dever mais importante do ser humano é fazer um uso correto dos sentidos. Aquele que perde o controle dos sentidos é pior que um animal. Primeiramente, a pessoa deveria livrar-se das qualidades animais. Somente então ele pode elevar-se ao nível Divino".(Sathya Sai Baba)

sábado, 10 de outubro de 2009

As alegrias e tristezas experimentadas pelo homem

"É o sentimento da dualidade de "meu" e "teu" que explica todas as alegrias e tristezas, simpatias e antipatias experimentadas pelo homem. Essa dualidade está fundamentada no egoísmo, que faz a pessoa pensar que, enquanto estiver tudo bem com ela, não importa o que aconteça ao mundo. Tal pessoa egoísta - que considera seu corpo, sua riqueza e sua família como tudo o que importa - está iludida, porque considera a verdade como mentira e o falso como verdadeiro. Para livrarem-se dessa doença profundamente estabelecida, os homens precisam engajar-se no serviço. Eles devem compreender que o corpo não lhes foi dado para servir a seus próprios interesses, mas para servir aos outros".(Sathya Sai Baba)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

A família

"A família é a unidade principal mais importante no mundo. Se a família estiver caminhando bem, o mundo também caminhará suavemente. Se a unidade entre os membros da família for um pouco abalada, o mundo enfrentará as repercussões. Cada família deveria esforçar-se para alcançar unidade e uma relação harmoniosa entre seus membros. Não há nada que não possa ser alcançado com a unidade. Tome, como exemplo, os cinco dedos da mão. Quando os cinco dedos trabalham juntos, eles podem realizar qualquer tarefa. Compartilhe seu amor com todos. Somente amor confere pureza e santidade à vida".(Sathya Sai Baba)

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O carma tecido pelo homem

"O homem tece o seu Destino do berço ao túmulo, ao redor de si mesmo, fio por fio, e esse Destino é dirigido, ou pela voz celeste exterior a nós, ou pelo nosso mais íntimo astral ou homem interno. Ambos influenciam o homem externo, mas um deles tem que prevalecer; e desde o princípio desse conflito invisível, a austera e implacável Lei de Compensação intervém, e segue o seu curso, acompanhando lance por lance as flutuações da luta. Quando o último fio se acha tecido, e o homem se deixou enredar na malha de seus próprios atos, vê-se ele sob o império absoluto desse Destino, que ele mesmo elaborou. Este então o imobiliza qual concha inerte presa ao firme rochedo, ou o arrasta, como uma pena, no torvelinho levantado por suas próprias ações; Se nenhum homem prejudicasse o seu semelhante, o Carma não teria motivo para intervir nem armas com que executar o seu ofício. Com as nossas próprias mãos traçamos diariamente o curso sinuoso dos nossos destinos, crendo estar seguindo em linha reta no caminho real da respeitabilidade e do dever, e nos queixamos depois de que sejam tão sombrias e inextricáveis essas curvas sinuosas. Em verdade, não há um acidente em nossa vida, não há um dia mau ou uma desgraça, cuja causa não possa ser encontrada em nossas próprias ações, nesta ou em outra existência. Se alguém infringe as leis da harmonia, ou as "leis da vida", deve estar preparado para cair no caos que ele mesmo produziu. O Carma outra coisa não é senão o efeito espiritual dinâmico de causas produzidas e forças postas em ação pelas nossas próprias obras. O homem é o seu próprio salvador e o seu próprio destruidor. Ele não precisa acusar o Céu e os Deuses, o Destino e a Providencia, de serem os autores da aparente injustiça que impera na Humanidade. O único Decreto eterno e imutável do Carma é a Harmonia completa no mundo da Matéria, como é no Mundo do Espírito, Não é, portanto, o Carma que pune ou recompensa, mas somos nós mesmos que nos recompensamos ou punimos, segundo trabalhamos com a Natureza, pela Natureza e de acordo com a Natureza, obedecendo-lhe às leis de que depende essa Harmonia ou transgredindo-as". (Helena Blavatsky)

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O poder da mente

"Focalize sua mente em uma meta e não permita que ela oscile. Você precisa agarrar-se a essa meta até o final. Há somente uma Divindade. Fixe-se a qualquer Forma de Deus de sua escolha e mantenha-se firme Nela. Se você frequentemente transplanta um broto de um lugar a outro, como ele pode tornar-se uma árvore saudável? Você precisa plantá-lo em um local e molha-lo regularmente até que ele se traansforme em uma árvore forte. Essa é a verdadeira devoção. Se você fica mudando frequentemente seus guias espirituais, sua devoção é adulterada. Não recorra a tal método. Escolha qualquer guia e confie que Deus está com todos.(Sathya Sai Baba)

domingo, 4 de outubro de 2009

O amor elimina o medo

"A afirmação "O perfeito amor lança fora o medo" é verdadeira porque pode ser provada cientificamente como demonstração da lei cósmica. Embora o homem vertido no molde da consciência humana dificilmente se aperceba da perfeição absoluta de Deus que tem dentro de si, é por meio da compreensão do amor perfeito que ele pode chegar ao nível em que compreende ser o amor a essência da individualidade.(...) Há um véu separando o homem do seu Deus: trata-se de um véu de energia, formado por um campo magnético de pensamentos e sentimentos mortais que o homem tece com a sua própria discórdia. Este véu converteu-se num muro de separação entre a consciência evolutiva da alma do homem e a Grande Chama de Deus que focaliza a energia vital do verdadeiro Eu dentro do coração. O homem isolou-se, por meio de uma barreira, da misericórdia e da arca do testemunho da sua identidade crística. Durante vários séculos, esse véu de energia impediu que ele descobrisse a verdade do seu ser e da Presença de Deus. Por essa razão, o próprio homem terá que rasgar o véu da sua consciência mortal - que ele, apenas ele, criou - antes que possa ser-lhe transmitida a sabedoria da Lei. Ao abordarmos a questão do medo e da sua superação pela invocação do fogo sagrado que fulgura no altar dos Santos dos Santos do ser do homem, temos de compreender que as energias que formam o véu - quer pareçam ser de orgulho, dureza de coração, preconceitos, ódio, gula ou cobiça humanas - podem ser reduzidas a um denominador comum, que neste discurso eu revelo ser o medo. Pode-se dizer, que existem, alojadas na consciência dos homens, ilhas de uma substância espessa, ou de poluição psíquica. Em determinadas circunstâncias, acompanhadas sempre de uma explosão de energia emocional, essas ilhas - que são glóbulos de medo conglomerados e suas várias combinações - unem-se rapidamente aos negativismos da consciência coletiva do mundo, amplificando as tendências negativas acumuladas dentro do mundo do indivíduo.(...) O que é então o medo? Antes de mais nada, é uma vibração - uma vibração negativa - um sentimento de má apreensão da vida e de seus propósitos. Mas é mais do que isso: é um mau hábito. Muitas das experiências repetidas periodicamente pela humanidade foram indesejáveis; por isso, sabendo que o chamado mal pode atacá-lo, o homem olha apreensivamente para o futuro. Pergunta a si mesmo se alguma vez terá êxito e se conseguirá preservá-lo quando lhe for concedido. A lembrança dos fracassos do passado mantém vivos no presente os registros do medo.(...) Eliminar o medo significa eliminar a fortemente arraigada resistência ao fluxo da luz e das possibilidades da luz no setor do homem. Eliminar o medo é um ato justo, pois Deus não o implantou no homem. O homem aceitou o medo por ter ignorado a lei e por falta de fé - por falta de conhecimento da lei e do modo como deve lidar com as numerosas facetas dessa lei. O desespero nasceu no homem em momentos em que pouco ou nada vislumbrava do plano divino, pois pensou estar sozinho no universo.(...) O primeiro passo para erradicação do medo é entrar em sintonia com o Pai, a Presença do Eu SOU. Todos os homens e mulheres têm de aceitar o fato de que por terem alimentados pensamentos errados no passado, só eles podem corrigi-los e pensar corretamente no presente.(...) O homem é tomado do medo da morte quando pensa que vai deixar de fazer parte da grande corrente daquilo que lhe é familiar e que ele, na sua perspectiva limitada, considera ser a vida. Quando compreende que nascer e morrer não são vivências muito diferentes, ele repara que a verdadeira Vida não pode morrer, e compreende que todas as vivências são um simples mar que o homem atravessa, a caminho de maiores oportunidades. O homem não tem medo de nascer, pois de modo geral não tem conhecimento objetivo antecipado do que lhe irá acontecer. A transição das oitavas superiores para uma forma física efetua-se com bastante facilidade, e o mesmo aconteceria quando o homem abandona a tela da vida se ele o fizesse sem medo.(...) Faz parte do plano de Deus dissipar o medo e dar aos homens maior clareza, confiança e poder espirituais, vendo que Cristo é a verdadeira identidade de todo homem". (trechos de um ditado dado aos Mensageiros, pelo Senhor Maitreya).

sábado, 3 de outubro de 2009

O poder da palavra

"A todo momento, cada homem ou mulher cria o seu próprio futuro. A vida, que é uma dádiva de Deus, age constantemente para realizar os desejos verbalizados ou não pelo homem. Os pensamentos e sentimentos humanos são decretos em si mesmos e produzem com exatidão e justiça de acordo com a sua espécie - seja alegria ou tristeza. Embora viva num mar de sabedoria, a maioria dos homens cria em ignorância; sendo as suas vidas, portanto, uma mistura de bom ou mau, uma manifestação caótica da chamada roda da sorte". ( Mestre El Moria).
"O homem, criado à imagem de Deus, possui o mesmo poder de atuar que Deus usou "no princípio" quando disse: "Haja luz!" e houve luz. Na realidade, a consciência é uma só. O indivíduo que vive em Deus pode oferecer-Lhe o amor do seu coração proferindo orações, canções ou decretos, ou pode sentar-se e meditar em silêncio sobre um determinado aspecto da Divindade. O pensamento precede a expressão verbal, ou pelo menos deveria preceder. Foi com grande brado que os filhos de Israel derrubaram as muralhas de Jericó, numa magnifíca aplicação do poder consumado da energia de Deus. O movimento black power e certos grupos de "rock", tem ensinado os jovens a abusar desta lei relativa ao poder da palavra falada. Os seus adeptos recitam em uníssono e com ritmo, evocando ou atraindo a si um poder que projetam depois para o mundo com um comprimento de onda vibratório impregnado de ódio pessoal e coletivo. Este acúmulo de energias corrompidas coletivamente pode ter resultados desastrosos para quem entra em contato com elas". (Saint Germain)

Twitter Updates

    follow me on Twitter

    Seguidores