terça-feira, 18 de agosto de 2009

O que é legítimo fazer ou não em situações de infertilidade

Em um de seus ditados, o Arcanjo Chamuel declarou: "Venho para o julgamento, para que as energias do Espírito Santo possam ser realinhadas no homem e na mulher, para que os fogos da Kundalini possam elevar-se no altar da espinha para iluminar, purificar e aumentar a intensidade do sol por detrás do sol. Que a humanidade saiba, então, que a sua expulsão do Éden aconteceu como resultado do seu mau uso do fogo sagrado no sexo oral, na coabitação com a vida animal, na homossexualidade e em todo tipo de experiências com a semente e o ovo, incluindo a criação de vida humana e animal nas provetas dos laboratórios da geração retardatária. Estas coisas são a abominação da desolação em lugar da sagrada união, onde não deveriam estar."(Pérola de Sabedoria, vol.18 nº39)."A Madre teve uma revelação do Maha Chohan dizendo que há quatro pessoas presentes em cada concepção. O pai e a mãe providenciam o veículo físico da semente e do ovo. O medianeiro entre o amor do pai e da mãe é o Espírito Santo. O Espírito Santo imbui o fogo sagrado que magnetiza do corpo causal dos pais, os genes e cromossomos para aquela criança. A quarta pessoa presente é a criança, a sua Presença, o Cristo Pessoal e a alma. Onde há uma concepção normal o Espírito Santo está presente. (...) A Madre ensinou que as famílias devem ter apenas filhos que possam criar com amor e harmonia e não desaconselha os métodos anticoncepcionais, desde que não sejam abortivos ou prejudiciais à saúde da mulher. Todos sabemos que o aborto nunca pode ser considerado, exceto se a vida da mãe correr risco.(Frater News, mar/Abr 2009).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Updates

    follow me on Twitter

    Seguidores